Blog da Improve It

Receita do sucesso: fazer o que você ama

Publicado por Vinicius Manhães Teles há mais de 6 anos.

Este post tem muito a ver com o que irei falar no [Rails Summit Latin America][rs] dentro de algumas semanas. Tem a ver com empreendedorismo e paixão. Tem a ver com parar de reclamar do chefe chato, da empresa babaca, do trabalho entediante e criar uma história de vida melhor para si mesmo. Vou começar pelo final. Ontem recebemos aqui em casa, depois de um belo atraso (fruto da greve dos correios há pouco tempo), o [exemplar de Junho/Julho da Revista Fhox][rf]. É uma revista de fotografia muito conhecida pelos fotógrafos brasileiros. As páginas 64, 65 e 66 falam da [Patricia, minha esposa][p] (que é fotógrafa) e do [site que fizemos para ela][p] no início deste ano. É claro que ficamos muito felizes com a matéria, mas eu diria que ela foi apenas um belo presente de aniversário. Porque a felicidade maior está no percurso que levou a esta reportagem. Ontem, coincidentemente, a [Pati][p] completou exatos três anos como fotógrafa profissional, trabalhando full time nisso. Há três anos ela pediu demissão da [Intelig][], onde era gerente de projetos na área de TI. Antes de continuar o post, acho bacana vocês verem a matéria da revista: ![Reportagem sobre Patricia Figueira na Revista Fhox (Junho/Julho de 2008) página 64.](http://blog.improveit.com.br/files/2008-08-27_reportagem_sobre_patricia_figueira_na_revista_fhox_junho_julho_de_2008_pagina_64.jpg) ![Reportagem sobre Patricia Figueira na Revista Fhox (Junho/Julho de 2008) página 65.](http://blog.improveit.com.br/files/2008-08-27_reportagem_sobre_patricia_figueira_na_revista_fhox_junho_julho_de_2008_pagina_65.jpg) ![Reportagem sobre Patricia Figueira na Revista Fhox (Junho/Julho de 2008) página 66.](http://blog.improveit.com.br/files/2008-08-27_reportagem_sobre_patricia_figueira_na_revista_fhox_junho_julho_de_2008_pagina_66.jpg) A [Patricia][p] fez graduação e pós-graduação em computação na [UFF][]. Portanto, fotografia não era a praia dela. Entretanto, em algum momento de sua vida, começou a curtir esse lance de fotografia. Então, comprou uma máquina fotográfica um pouco melhor, depois fez um curso aqui, outro ali, começou a fotografar as festas dos amigos e assim foi até que começou a tomar gosto pelo negócio. No início de 2005 a [Pati][p] resolveu experimentar o mundo da fotografia social. Começou a visitar alguns fotógrafos e se oferecer para ser assistente deles, de graça, apenas para ter a chance de participar de algum evento e ver como era aquilo. Vários a ignoraram até que um casal lhe abriu as portas. O casal ainda não tinha embarcado na fotografia digital, que claramente tinha chegado para ocupar o lugar da fotografia em filme. Então, uma troca natural se delineou. O casal levaria a [Pati][p] para os eventos e ela lhes ensinaria a mexer com Photoshop e fazer toda a parte computacional do trabalho. Esse era claramente um acordo ganha-ganha. Em junho de 2005 a [Pati][p] começou a ir nos eventos e adorou. Ela ficou tão apaixonada por aquilo que começou a se perguntar se não seria melhor sair da [Intelig][] e se dedicar plenamente à fotografia. Da minha parte, eu dizia para ela todo dia, freneticamente, pelamordedeus, larga este trabalho na [Intelig][] e vai fazer o que gosta! Não preciso nem dizer que o trabalho dela, naquele ambiente de projetos tradicionais (caóticos) me fazia crer que ela vivia permanentemente em uma tirinha do [Dilbert][]. Embora eu considerasse fotografia de eventos algo muito promissor, também tinha certeza de que a chance de ser melhor do que aquele trabalho em uma telecom era enorme. Afinal, praticamente qualquer coisa é melhor que trabalhar à la [Dilbert][]. :-) Finalmente, no dia 25 de agosto de 2005, a [Pati][p] tomou coragem e disse: estou fora. De lá para cá, as coisas vêm melhorando a olhos vistos, dia após dia. Em apenas três anos ela se tornou uma das melhores fotógrafas de casamento do Brasil, aprimorando sua técnica incansavelmente. Ela só fala de fotografia, só pensa em fotografia, respira fotografia, enfim, ama o que faz. Acredito que há poucas chances de ser realmente bem sucedido quando você não ama o que faz. Por uma razão muito simples: não há menor chance de você se dedicar e se aprimorar incansavelmente em um assunto que não lhe interessa. Ter sucesso envolve várias coisas, mas, na minha opinião, há uma que é a base de tudo: paixão. Para ter sucesso, ou você é apaixonado pelo que faz, ou você é absurdamente apaixonado pelo que faz. Não há outra opção e ponto final. Aliás, na [SEED3][], essa era a mensagem cristalina que cada um dos apresentadores nos deu. Se quiser fazer sucesso e se dar muito bem, você tem que seguir sua paixão. Apesar de todo o sucesso que a [Pati][p] começou a fazer, eu e ela achávamos que a presença dela na internet ainda era muito acanhada. Ela usou algumas soluções quebra-galho no início, mas sempre me pedia para fazer [um site para ela][p]. Como eu nunca tinha tempo, isso foi sendo adiado e adiado até que chegou a minha vez de cair na real. No fim do ano passado eu [cansei de fazer consultoria, dar treinamento e mentoring e resolvi abraçar minha verdadeira paixão: desenvolver software e empreender][n]. Tinha chegado a hora de "pedir demissão" do meu trabalho prévio e começar a desenvolver nossos próprios produtos. Então, por que não juntar o útil ao agradável e fazer o [site da Patricia][p], de uma vez por todas? Foi justamente o que fizemos e o [site][p] entrou no ar em janeiro deste ano. O [site da Pati][p] deu muito, muito, muito certo e estabeleceu um novo patamar em termos de sites de fotografia de eventos. Hoje ele é um dos sites de fotografia de casamento mais acessados do Brasil. Só para dar uma idéia, apenas ontem foram 1443 visitas, com 34376 pageviews. É muita coisa para um site deste tipo, em um único dia. E o que é melhor: os acessos estão crescendo dia após dia. Veja o gráfico abaixo com o consolidado do [Google Analytics][ga] (as partes baixas do gráfico normalmente são fins-de-semana, quando as pessoas costumam acessar bem menos): ![Estatisticas de acesso consolidadas do site www.patriciafigueira.com.br.](http://blog.improveit.com.br/files/2008-08-27_estatisticas_de_acesso_consolidadas_do_site_wwwpatriciafigueiracombr.jpg) Há um monte de razões para o sucesso da [Pati][p] e do [site][p]. Vou descrevê-las em outros posts e falar mais sobre o [Beonthe.net][], o produto que estamos construindo com base no [site dela][p]. Em todo caso, volto a afirmar que a base disso tudo é a paixão pelo que fazemos. ![Nota sobre a Improve It na reportagem sobre Patricia Figueira na Revista Fhox (Junho/Julho de 2008) página 65.](http://blog.improveit.com.br/files/2008-08-27_nota_sobre_a_improve_it_na_reportagem_sobre_patricia_figueira_na_revista_fhox_junho_julho_de_2008_pagina_65.jpg) Fico muito triste quando vejo as pessoas fazendo concursos ou se candidatando para trabalhos que elas detestam, mas pagam razoavelmente. Elas preferem passar a vida lamentando pelo trabalho que têm, só porque terão alguma "segurança financeira". O que elas não compreendem é que, se fizessem o que realmente amam, teriam muito, muito mais chances de não apenas ter segurança financeira de verdade, como também poderiam ganhar muito melhor e ter uma vida mais satisfatória. Tem muita gente que se vende barato demais! Sim, empreender é arriscado. Mas, acredito que passar a vida fazendo o que não gosta é muito mais arriscado. Acredite, fazer o que gosta é a opção menos arriscada e a que tem as maiores chances de gerar retornos significativos em todos os sentidos: dinheiro, felicidade, realização e tantos outros. Se você vai ao [Rails Summit][rs], apareça na minha apresentação. Tem muito mais sobre este assunto que vou falar por lá. E vê se pára de se vender barato e começa a lutar para concretizar seus sonhos! Pare de pensar nos riscos e comece a acreditar mais em você mesmo. Provavelmente você é muito, muito melhor e pode muito mais do que imagina. [rs]: http://www.locaweb.com.br/railssummit/ [rf]: http://fhox.railsmate.com/issue/34 [p]: http://www.patriciafigueira.com.br [Intelig]: http://www.intelig.com.br/ [UFF]: http://www.uff.br [Dilbert]: http://www.dilbert.com/ [SEED3]: http://seedconference.com [n]: http://blog.improveit.com.br/articles/2007/12/19/novos-rumos-em-2008 [ga]: http://www.google.com/analytics [Beonthe.net]: http://beonthe.net

60 comentários

O que você achou? Coloque seus comentários e sugestões abaixo!

Acompanhe o RSS dessa página.

Comentários (60 até o momento)

  1. Daniel F. Martins disse 30 minutos depois:

    Brilhante! :-)
  2. Hugo Baraúna disse 31 minutos depois:

    Ótimo post! Concordo com todas as afirmações acerca de fazer o que você realmente gosta. No mais, parabéns a você e a sua esposa pelo sucesso! =)
  3. Daniel Docki disse 33 minutos depois:

    Se eu te falar que esse texto me emocionou? Eu to em um fase da minha vida que retrata mais ou menos isso, trabalho na empresa do meu pai (aonde sou sócio), e para te falar a verdade não ando muito feliz não, ah mais ou menos uns dois anos atrás eu comecei a cursar Administração, isso porque eu pensei em trabalhar sempre no que o meu pai construiu, depois de alguns semestres eu comecei a notar que eu não ia muito longe daquilo, eu sou muito ligado com tecnologia, eu me pegava sempre falando nisso, em informatizar as coisas...fiz uma coisa que tranquei o curso e passei para Sistema da Informação, hoje no começo do curso eu tenho muito mais certeza que acertei, mesmo sabendo que isso não vá ajudar muito o que meu pai conquistou, mas já comecei a organizar um projeto para colocar um loja virtual e eu que vou coordenar tudo...acho que to me reencontrando. E como minha família são tudo empreendedor eu tenho certeza que eu ainda vou empreender alguma coisa nesse mundo web.
  4. Ozéias Sant'ana disse aproximadamente 1 hora depois:

    Sensacional!!! Estou caminhando neste sentido e isto serve como estimulo! Parabéns pelo sistema mais uma vez!!! E parabéns para sua esposa! Abraço
  5. Fabio Espindula disse aproximadamente 1 hora depois:

    Muito bom, parabens mesmo!
  6. Lucas Húngaro disse aproximadamente 1 hora depois:

    Parabéns à vocês dois! Realmente, não há como ficar satisfeito sem ser apaixonado pelo que você faz. Eu amo o que faço e percebo como isso me faz querer melhorar sempre. E isso vem dando bem certo. ;)
  7. Eliseu Corrona disse aproximadamente 1 hora depois:

    Este artigo é espetacular. Meus parabéns. E principalmente parabéns pela sua esposa que alcançou o que tanto queria. Trabalhar no que gosta.
  8. Thiago Pradi disse aproximadamente 2 horas depois:

    Incrível! Parabéns tanto a você quanto a sua esposa, pela coragem da escolha e por seguirem o que gostam, demonstrando que amor a profissão é essencial! Aconteceu algo parecido comigo há + ou - um ano atrás, ainda não trabalho na área, mas após descobrir o mundo do desenvolvimento de software, metodologias ágeis, ruby, rails e cia.... me apaixonei por tudo isso, e decidi que quero investir minha carreira profissional nisso.. venho me dedicando aos poucos e posso dizer que estou ansioso pelo momento de conseguir trabalhar full-time com desenvolvimento web... Sobre a idéia de trabalho somente para aprender, acho que o Open Source se encaixa bem nisso... muitos (inclusive eu) utilizam o mesmo para aprimorar conhecimentos na área, e contribuir em projetos que resolvem problemas de muitos e ainda ajudam no curriculo do profissional... Abraço e sucesso!
  9. Roger Leite disse aproximadamente 2 horas depois:

    Sensacional ! Tem muita gente precisando ler este post ! Parabéns !
  10. Pedro Mendes disse aproximadamente 2 horas depois:

    Muito interessante. Parabéns.
  11. Felipe Santiago disse aproximadamente 2 horas depois:

    Parabéns pelo artigo Vinicius. Se alguém tinha alguma dúvida ou sentia-se desoriantado, com seu artigo com certeza as coisas clarearam. Pra mim já estava claro hã tempos. Abs, Felipe Santiago
  12. Felipe Mesquita disse aproximadamente 4 horas depois:

    Esse é um daqueles textos que devia ser impresso e pregado na parede para as pessoas pararem de reclamar da vida e acordar para ela :) Parabéns :)
  13. Paulo Cassiano disse aproximadamente 4 horas depois:

    Que bom que a Pati tinha você como apoioador. Empreendedores sem apoio demoram mais para chegar lá... Mas, uma horas eles chegam!
  14. Leandro disse aproximadamente 6 horas depois:

    Certamente, muito inspirador, cara! Muito mesmo!
  15. Fabio Nascimento disse aproximadamente 7 horas depois:

    Bom... Pra começo de conversa, seu post é extremamente animador e força uma abertura de mente. Bom, se me permite retirarei alguns trechos do seu post e colocarei na parede do meu escritório em forma de post-it gigante, ok ? Abraços Vinínius, boa sorte pra você e sua esposa. P.S.: Com certeza assistirei sua palestra no Rails Summit.
  16. Marcos Domingues disse aproximadamente 22 horas depois:

    Muito bom! O post está cheio de vida. Isso é o que todos buscam: Viver intensamente, fazer cada minuto da vida valer a pena. Parabéns!
  17. Eduardo Fiorezi disse 1 dia depois:

    Excelente Vinicius, parabéns a todos.... o Site da Patricia é bonito demais.... E você tem razão,,, o sucesso não cai do céu... 99% transpiração... Abraços
  18. Luiz Aguiar disse 1 dia depois:

    Muito bom Vinícius e parabéns pra Pratícia, como fotógrafo seu do excelente trabalho dela. Parabéns !!!
  19. Raquel Fernandes disse 1 dia depois:

    Parabéns!!! É muito bom saber que existem pessoas que tomam a iniciativa de desenvolver seus projetos pessoais e conseguem se realizar profissionalmente. Patrícia, seu site está de Parabéns mesmo, belíssimas fotos! =)
  20. Toninho disse 1 dia depois:

    Como sempre um post muito bem escrito! Tê sempre lendo seus posts e sou seu fã cara! Show! Parabéns para você e a Pati e obrigado por compartilhar suas estórias conosco!
  21. Leia disse 1 dia depois:

    Vivi, Postei um comentario no blog da Pati e tb me referi a você. Depois dá uma passadinha por lá pra lê-lo. De todo modo, vou reforçar aqui. Primeiro, obrigada pelo post! Simplesmente maravilhoso, sensacional, brilhante e inspirador como outros já disseram. No entanto, o meu obrigada mesmo vai para o fato de vocês serem exemplos! Por vocês terem coragem de fazerem o que gostam, por vocês arriscarem, por vocês acreditarem em seus talentos. Fui às lágrimas (muitas :)) aqui ao ver a Pati na revista e depois ler o seu artigo. Obrigada por esse primor e por fazer diferença no nosso mundo! Um PARABÉNS incansável a vocês dois! bjs e abraços, Léia
  22. Gustavo disse 1 dia depois:

    História muito bunita!! Parabéns pra vocês!!!
  23. Ronair de Moura disse 2 dias depois:

    Muito interessante este post! Parabéns!
  24. Dani Duran disse 2 dias depois:

    Belíssima sua colocação. Parabéns pela coragem de vocês dois! Muito sucesso, Dani
  25. Rubem Azenha disse 2 dias depois:

    Excelente post Vinícius!
  26. Diego Carrion disse 2 dias depois:

    Muito legal o post Vinicius. Somente acho que não concordei com o mencionado nas primeiras palavras. Lembra o que você mencionou no TDC 2008? : "Seu chefe é um idiota. E o chefe dele... ele é mais idiota ainda" Eu acredito que isso muitas vezes é verdade e leva a que as pessoas reclamem do chefe ou da empresa justamente por isso, porque escutarem que existe um jeito melhor de fazer tal coisa e o chefe não quer deixar fazer assim, não quer deixar fazer do melhor jeito o que a pessoa ama, e como pedir demissão não é as vezes uma opção, so resta reclamar e chingar. Bom demais seria se todos os chefes fozem tao mente aberta que nem você (:
  27. Christopher Moura disse 2 dias depois:

    Caramba Vinícius! Parece que este post foi escrito para mim... Eu sempre acreditei na fórmula "paixão = sucesso", e estava procrastinando o pontapé inicial na questão do empreendedorismo (estou desenhando uma solução para uma área de mercado pouco ou mal explorada) e agradeço pela "fagulha de inspiração". Muito obrigado e parabéns pelo seu sucesso, bem como o da Patrícia... Um grande abraço!
  28. Luciana Aith disse 2 dias depois:

    Emocionante! Gosto demais da Pati e tive a sorte de conhece-la na PhotoImageBrasil. Estou esperando o site ser comercializado.......... ansiosa!
  29. Leonardo Faria disse 2 dias depois:

    muito bom esse seu post-depoimento. eu também vivo um momento semelhante, de ficar em uma balança que pode mudar uma vida. ps.: e temos mais algo em uma comum: uma patrícia em nossas vidas :)
  30. Daniel Schmitz disse 3 dias depois:

    Muito legal, essa eh a formula !!!! Agora, me diz ae, no seu texto tem mais de 10 links pro site da sua esposa... isso melhora o Page Rank do google ??....
  31. Wesley disse 4 dias depois:

    Simplesmente perfeito...vou ler qualquer outra seqüencia deste post...
  32. Erika Fricke disse 4 dias depois:

    "Acredito que há poucas chances de ser realmente bem sucedido quando você não ama o que faz." Sou prova de que isso não é possível, descobri, trabalhando, que amo a internet. Corri atrás, li muito, descobri muito e sei que ainda há muito para conhecer, mas faço com paixão e sei que terei muitas realizações por acreditar neste sonho. Desenvolvi um equilíbrio em minha vida que não tem preço. Apenas fazendo o que eu amo. Maravilhoso este post!
  33. Alexandre Gomes disse 5 dias depois:

  34. Caio Appelt disse 5 dias depois:

    Com certeza me anima a pensar nas possibilidades com mais carinho e paixão. Estou ainda na metade do curso e já estou me inclinando para áreas diferentes. Para explicar melhor, faço ciência da computação e estou na empresa júnior da área, ligado à área de Talentos/ Gerência de Pessoas, que me motiva bem mais a trabalhar que programação em si. Desejo muito sucesso a você e sua esposa e saibam que estão motivando muitos a não serem cavalos de cidade. Obrigado!
  35. André Faria Gomes disse 5 dias depois:

    Matou a Pau!!! Parabéns Vinicius, falou tudo! Já dizia Aristoteles: "Escolha um trabalho que ama e não terá que trabalhar um único dia em sua vida", e Einstein ", O único lugar onde o sucesso vem antes do trabalho é no dicionário." Grande Abraço
  36. Shairon Toledo disse 5 dias depois:

    Muito bom Vinicius, sempre me motivando.
  37. Rodrigo Amaral disse 6 dias depois:

    Se eu disser que não fiquei extremamente comovido com esse texto, estarei mentindo. Até porque acredito que inspirar e motivar pessoas anda de mãos dadas com fazer o que se ama, e parece que você(s) estão conseguindo as duas coisas com sucesso. Parabéns!
  38. Catia disse 6 dias depois:

    Olha da vontade de comer as fotos e tudo que as acompanham!! Como pode comer algo nao degustavel? :S Mas eh uma delicia ficar lendo vossas analogias! Eh incomum encontrarmos tecnologia e simplicidade junto... voces se mostram acessiveis entende? Acho que estou complicando mais do que o tempo de indecisaO da Pati, pra sair ou nao da intelig. Estamos com um site www.charlesandcatia.co.uk e ja neste final de ano iremos pra Goioere-PR fazer um casamento GRATIS, precisamos de experiencias, e vendo o site da Pati, passa a ser a nossa base entende? Falamos a mesma lingua mas a diferenca, eh que em vosso site encontramos a organizacao, "macies", levesa,cristalino pra realizacao deste sonho-projeto, tudo parece menos complicado! Olhem so, to com vcs e nao abro! Sao de mais!!!
  39. Marcio Eugenio disse 27 dias depois:

    Bah! show de bola essa historia, fique todo arrepiado! Parabens pelo seu trabalho, por esse post inspirador e pelo trabalho e dedicação da Pati! show! Sorte e sucesso! []s Marcio
  40. Harlley disse 28 dias depois:

    Acabei de ver sua esposa e você na reportagem do Jornal Hoje! :-D Sucesso pra vc e sua família.
  41. Luiz Sanches disse 2 meses depois:

    Ontem recebi o livro de XP de sua autoria, parei de ler na introdução, pois tinha que dormir cedo. Além do assunto cativar nós da área, esse post só faz revigorar o espírito para que possamos continuar na caminhada de trabalhar no que gostamos e não precisar contar os dias para chegar o fim do mês para receber o salário. E chegar no fim do ano e perceber que o teu esforço foi só para trocar por dinheiro. E depois da ficha cair você perceber não aproveitou e curtiu o seu trabalho, pois é nele que passamos a maior parte de nosso tempo. Gosto sempre de citar a frase do livro de Linus Torvalds: "Só por prazer". Parabéns a vocês!
  42. Mel disse 3 meses depois:

    Inspirador!Fantástico! Bravo!
  43. algorista disse 4 meses depois:

    Linda história, dava até um filme, e dos bons. Muita força, e continuem na luta.
  44. Mayara Medeiros disse 7 meses depois:

    Bom dia a todos! Achei de extrema importância esta matéria para que enfim, eu me localiza-se. Estou no penúltimo ano de Administração de empresas e percebi justamente agora, que o que quero é ser economista na área social, se possível professora universitária (é o meu sonho). Devo parabenizar não somente este casal, mas a todos aqueles que encorajaram-se a buscar aquilo que lhe faz feliz e ativo no mundo; não me referindo ao capitalismo e nem ao socialismo, mas à realidade, que com certeza muitas pessoas [frustradas], perceberão após longos anos de trabalho e enfurecimento a luta material, que elas não fizeram o que queriam realmente, e que muito tempo foi perdido cegamente ... Quero e vou em busca da minha felicidade, aliás preciso comer, morar e vestir, não vou virar nômade, mas vou lutar para fazer o que amo e com certeza farei muito bem... "Desta vida não levaremos nada, não há espaço em nossa bagagem; a felicidade é eterna, assim como nosso exemplo modifica a vida das pessoas". Sejamos o exemplo de uma sociedade [futura] sustentável !!!
  45. Eliane disse 10 meses depois:

    Cara, obrigada por esse incentivo. Precisamos mesmo fazer o que amamos, sem amor no que fazemos, não há alegria, realização, enfim. Deus abençoe vcs dois...
  46. Rafael disse 11 meses depois:

    Vinicius, O mais engraçado é que conhecia o trabalho da sua esposa por meio da fotógrafa do meu casamento, a Camila Antunes. Vc, eu conheço do mundo ágil... Sim, tb estou nesse barco! Daí um amigo, em um almoço nesses dias, começa a falar da sua história e da sua empresa, daí o assunto chegou no site da sua esposa, onde tudo começou! Que mundo pequeno! Enfim, a história de vcs é brilhante... Espero um dia poder contar algo assim parecido, só q com o meu exemplo. Parabéns!
  47. Vivi disse aproximadamente 1 ano depois:

    Obrigado por estas maravilhosas palavras, eu estava precisando de uma injeção de motivação, acompanho o site da Patricia a muito tempo e foi o UNICO que me apaixonei, indico e falo pra todo mundo que quero ser uma fotografa assim como a Patricia Figueira, parece até piada mais eu estou no mesmo empasse da Patricia, trabalho a 4 anos em uma seguradora, porém a fotografia sempre me envolveu, este ano comprei a minha camera profissional e decidi vou estudar mais fotografia e vou me matar pra conseguir entrar na área, minha mãe acha que eu sou loca pois tenho um emprego seguro e quero trocar por FOTOGRAFIA, mais o que vc escreveu Vinicius é muito verdadeiro "
  48. Vivi disse aproximadamente 1 ano depois:

    Essa frase vai me seguir pelo resto da minha vida se eu não viver da fotografia "Para ter sucesso, ou você é apaixonado pelo que faz, ou você é absurdamente apaixonado pelo que faz. Não há outra opção e ponto final. " Abs Viviane
  49. Bete Wanis disse aproximadamente 1 ano depois:

    Simplesmente espetacular este texto! Adoro ler o que vc escreve. Aos 52 anos, estou cada dia aprendendo mais com vc! Um abraço
  50. Ana Telma disse aproximadamente 1 ano depois:

    Vinicius e Patrícia, O texto me deixou com os olhos cheios de lágrimas... Eu gostaria que essa fosse a MINHA história. Não por inveja, de jeito nenhum! Mas porque meu caso é bem parecido... Talvez até mais complicado... No caso, eu já sou funcionária pública concursada e tal. Acho que se eu tivesse um emprego "comum", eu já teria me demitido e seguido me dedicando somente à fotografia, que é a minha paixão. Mas hoje eu não tenho como. Sou meio casada (hehehe juntada) e até pouco tempo era eu que aguentava as contas da casa sozinha para que o meu namorido investisse no negócio dele. Hoje as coisas já estou melhorando e eu espero que em breve eu possa sair do meu emprego e me dedicar a fotografar profissionalmente em tempo integral. Como a Patricia, também sou formada em Ciência da Computação (olha quantos pontos em comum!) e atualmente faço faculdade de jornalismo, que um treco que eu amo também! Hoje, inclusive aconteceu um coisa incrivel: Acompanho a história da Joana e já tinha lido que era baseada no livro O Segredo de Luísa. Bem, hoje eu entrei no sistema da faculdade para reservar um livro do Walter Benjamim que tem um texto sobre fotografia. Depois de fazer a reserva, apareceu na tela um aviso de que o livro "O Segredo de Luísa" estava disponível para que eu fosse retirá-lo. Só que eu nunca fiz nenhuma solicitação referente a esse livro, sequer pesquisei o título para saber se a biblioteca tinha!! Acredito que deva ser algum erro do sistema, mas não acredito em coincidências... Encarei isso como um sinal e, lógico, vou retirar o livro para ler! O seu site tem me ajudado muito a ter uma visão diferente do "mundo dos negócios". Virei fã! Espero um dia poder conhecê-los, moro em Petrópolis, somos quase vizinhos! heheheheh Parabéns a vocês pelo belíssimo trabalho e fiquem com Deus! Beijo! Ana T
  51. Tereza Jardim disse aproximadamente 1 ano depois:

    Ai que droga, não vou ter tempo de ler os 50 comentários... Mas olha, esse é um artigo que certamente vou enviar pra minha mãe. Sou fã do trabalho da PatFig desde o ano passado, quando descobri o site. E, sinceramente, adotei como meta profissional um comentário que vi de uma noiva, que marcou o casamento em função da agenda da Patrícia. O dia em que um cliente me disser isso, me considerarei realizada! E é muito bom saber que esse trabalho maravilhoso é fruto de uma paixão avassaladora da Pat. Porque eu também sou apaixonada por fotografia! Uma grande amiga, quase segunda mãe, me diz sempre que trabalho não é prazer, é pra ganhar dinheiro pra se gastar no que dá prazer. Eu digo a ela que prefiro ser paga pra fazer o que amo, do que trabalhar no que não gosto durante 5 dias e curtir os 2 do fim de semana. Nem que para isso eu tenha que trabalhar majoritariamente em fins de semana! Parabéns pela história de sucesso de vocês, um casal inspirador.
  52. andressa disse mais de 2 anos depois:

    eu não quero que mostre esse texto pra ninquem
  53. Carlos Augusto de Araujo disse mais de 2 anos depois:

    Antes de mais nada, gostaria de parabenizá-lo, bem como, Patrícia, por serem pessoas realizadas em suas respectivas profissões. Eu também me considero entre os bem-afortunados que tiveram a oportunidade de trabalhar em profissões que realmente amavam. No meu caso, desde os 10 anos que passei a sonhar em me tornar engenheiro e, por mais de 40 anos, exerci tal profissão, sentindo-me hoje completamente realizado. Agora, aos 76 anos de idade, desenvolvo, a título de passatempo, um site que registra todos os filmes por mim assistidos ao longo de minha vida, uma outra paixão. Acredito, entretanto, que somos uma minoria, de modo que, a meu ver, a grande mensagem a ser difundida deveria ser: "RECEITA DO SUCESSO - FAZER O QUE VOCÊ AMA ou APRENDER A GOSTAR DO QUE FAZ". Ao longo de minha vida, conheci vários profissionais que não amavam o que faziam, mas que procuravam fazê-lo da melhor forma, beirando o perfeccionismo, e como consequência, tiveram seu trabalho reconhecido, valorizado, o que os levou ao sucesso. Em linha com essa minha colocação, gostaria de dizer que, se todos procurassem fazer apenas o que amam, nosso planeta se tornaria um verdadeiro caos, já que centenas de profissões ligadas a atividades, por exemplo, insalubres, seriam anormalmente deficitárias em termos de quantidade de pessoal.
  54. MARIANA disse mais de 2 anos depois:

    Obrigada pelo post, realmente me tocou profundamente. Vivo exatamente a angústia de ter um emprego público que eu odeio e o medo de recomeçar, as vezes não me reconheço. Preciso tomar uma atitude e mudar. SUCESSO, AMOR E SORTE para vocês.
  55. jorge disse mais de 3 anos depois:

    Você disse as palavras chaves: "seguir sua paixão". Parece que não sou um desses priviligiados que tem uma paixão para ser seguida. Admito que tenho facilidade de trabalhar c/ as mãos em diversos seguimentos( mecânica, desenho, eletricidade, costura, construção civil ...).  Nenhum deles é uma paixão e logicamente não sou bom em nada . Peço desculpa por esse comentário pessimista.
    
  56. glauco disse mais de 3 anos depois:

    Compartilho muito dessa opinião porque eu consegui entender através de reflexoes e muita leitura que esse realmente é o melhor caminha,se voce não gostar do que faz jamais fará bem feito,jamais se divertirá ,não terá satisfação e a vida financeira nunca será substancialmente boa.Hoje essa é minha busca e tenho certeza que conseguirei encontrar aquilo que me faz feliz em fazer independente de dinheiro ,só pelo prazer .Vamos todos em busca do nosso propósito de vida Até mais parabens pelo post e sucesso e prosperidade a todos um abraço sincero.
  57. Maria das Dores Soares Santos disse mais de 3 anos depois:

    Parabéns! Gostei muito do que li. Antes vou me apresentar. Sou orientadora educacional de escola pública de Brasília. Estava procurando algo interessante para levar para os alunos a refletirem sobre a futura profissão. Queria levar para eles exemplos de pessoas que amam o que fazem. Eu também sou assim. Mesmo ganhando pouco, amo o que faço e o detalhe de ser ganhar pouco passa ser de fato "detalhe". Não que eu não queira ganhar muito, mas o primordial é que sou feliz e realizada com o meu trabalho. Desde pequena queria muito trabalhar na educação, em favor da educação e com a educação. Então, me deparo com o seu artigo. Sensacional! Levarei para os alunos o seu exemplo e o mais bonito nele, é que teve momentos de reflexões. Que as coisas da vida quando são resolvidas com paciência, com prudência, sem pressa tem a tendência a dar certo e obter o sucesso, assim como vocês. Mais uma vez parabéns!
  58. Rafael Muniz disse mais de 4 anos depois:

    Ola, boa tarde. Estava procurando no google "fazer o que gosta" e me deparei com isso. Simplesmente, adorei. Tenho 17 anos, é sou novo, sei! E no momento to passando por uma crise "existencial" rsss... trabalho numa empresa, num setor que nao tem absolutamente nada a ver comigo, mas fico la porque preciso de dinheiro, logo mais que to entrando na universidade, e quero muito fazer o que amo!!! minha paixao! Esse post me ajudou muito! Obrigado!
  59. Barbara disse mais de 4 anos depois:

    Esse post me inspirou, desde o começo de 2012 a idéia de fazer o que gosto se fez na minha cabeça. Estou em um lugar estável, recepcionista de advogados, o trabalho é estressante, me coloca para baixo, assim que acordo já não tenho mais vontade de seguir o dia, porque sei que virei para um trabalho que anda me fazendo mal. Estou a um ano tentando saber do que gosto, do que amo, para que assim eu possa me dedicar a algo que realmente signifique algo bom pra mim. Adoro fotografia, tenho minha semi profissional, tenho o curso básico, mas não segui em frente, adoro outras coisas também, e é por isso que ando tão em dúvida, queria muito largar meu emprego nesse exato momento, para assim poder me sentir leve e disposta a pensar nas coisas que mudarão meu futuro. Acham que isso é válido? Ou acham que eu tenho que prosseguir neste emprego até encontrar algo melhor para investir? Parabéns pela vida de vocês, deve ser realmente muito bom e gratificante viver assim, um sonho que todos sonham.
  60. Convites de Casamento disse mais de 6 anos depois:

    Realmente é um belo artigo. É muito importante fazer o que realmente gosta. Eu sempre gostei de trabalhar com design e sempre fui apaixonado por toda aquela preparação para casamentos... Fotografias.. Preparativos... Decoração... enfim... até que revolvi aliar o útil e o agradável e comecei a fazer convites de casamentos para os amigos. Hoje já desenvolvo diversos convites para diversos estados brasileiros. Vale a pena fazer isso o gosta! Vale muito a pena!